Exposição - Rio Grande Desenhada


Rio Grande, uma cidade cosmopolita. Muitos aqui chegam, outros daqui partem. Cidade do porto, da Laguna dos Patos, do Saco da Mangueira, das fábricas de fertilizantes, da lama da dragagem na beira da praia.
Cidade de Silva Paes, Tamandaré, Marcílio Dias, do Bairro Getúlio Vargas, Vila São Miguel, Vila São João, Santa Teresa, Bosque Silveira, Mangueira, Navegantes, Lar Gaúcho, Vila Maria, Parque Marinha, Cidade Nova, Trevo, Parque São Pedro, Cassino, Querência, Stela Maris, Atlântico Sul, Águeda.
Cidade dos índios, dos negros, de portugueses, poloneses, alemães, espanhóis, palestinos, libaneses, ingleses, franceses, italianos, baianos, cariocas, paulistas e chineses. Gente de toda parte, gente de todo mundo. E assim somos. Um pampa de mar, de tainha frita com café e pão, do camarão que não se ouve mais gritar nas ruas, porque dá prisão.
Assim desenhamos Rio Grande, uma cidade que nos toca de todos os sentidos. Uma cidade que vive do passado das fábricas de pesca, da Rheigantz, do Pólo Naval e de promessas.
Terra do Povo Novo, da Quinta, da Ilha dos Marinheiros, Quitéria, Torotama, Leonídeo, Taim. Terra de muito vento, muita areia e muita arte. Natureza. Músicos, descendentes dos antigos que tocavam nos bares da Riachuelo e nas escolas de samba.
Cidade de Tadeo Amorim, Arnold Coimbra, Mateo Tonietti e de tantos outros desenhistas que a história esqueceu. E aqui estamos, reunidos em 19 desses entre tantos que aqui vivem, nascidos ou viajantes, ouvindo o passado, vivendo o presente, imaginando o futuro. Cidade dos ventos, cidade dos bairros, dos artistas e seus desenhos. Rio Grande.

Artistas participantes:

Alisson Affonso
Anael Macedo
Diogo Mickken
Duke Orleans
Gelson Mallorca
Jarbas Macedo
Law Tissot
Letícia Rusch
Lorde Lobo
Luciano Lima
Luiz Lekston
Maíra Colares
Marcelo Calheiros
Max Ziemer
Phelipe Cyriaco
Rodrigo Romeu
Rudnei Alves
Sergio Barroso Gonçalves
Wagner Passos

De 29/01 a 09/02
na Banca da Usina das Artes
na 47ª Feira do Livro da FURG
Praça Didio Duhá - Cassino.